01 agosto, 2017

O dia ainda não terminou?

Ontem deitei-me mais tarde que habitual. Não muito, mas para quem está habituado a dormir aquelas (sagradas) horas, menos um minuto já é suficiente para acordar com aspecto de quem já não dorme há sensivelmente 72 horas.
Por isso hoje quando acordei era obrigatório uso de maquilhagem para disfarçar esta cara de susto. Era, porque em instantes isso passou para segundo plano e saí de casa a voar, sem qualquer vestígio de sono.
Depois de tomar o pequeno almoço e ficar uns minutos a fazer ronha no sofá, levanto-me e vou directa à casa de banho para tratar então da parte artística da coisa. Lavo primeiro os dentes, e quando já me mentalizei que tenho de pegar no kit de maquilhagem toca o telemóvel. Era o meu irmão. Estranho estar-me a ligar tão cedo. Notícia: a minha mãe estava no hospital.

Saí de casa a voar. Ainda que voz dele fosse tranquila, quando a nossa mãe não está bem, nem que seja com uma dor de cabeça, nós também não ficamos bem.

Cheguei ao hospital e ele estava cá fora. Fui eu vê-la. Estava com uma aspecto que nem imaginam, desde a uma da manhã no hospital. 
O quer aconteceu foi que estava a dormir, acordou e estava tudo a rodar, não conseguia levantar-se, e manter os olhos abertos só com muita força. A muito custo o meu pai conseguiu levá-la para o hospital não sem antes vomitar. Diagnóstico, vertigens.
Já não é o primeiro episódio, se bem que este foi mais forte.
Agora já está em casa a descansar.

Com isto tudo cheguei mais tarde ao trabalho, sem maquilhagem, e para ser perfeito acho que tenho um terçolho (ainda bem que não me maquilhei) !
 

4 comentários:

  1. As melhoras querida!
    Um beijinho,
    http://myheartaintabrain.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Bolas, há mesmo dias de manhã em que uma pessoa de tarde não pode sair à noite :(
    As melhoras!

    ResponderEliminar